sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Raio X ! Review SX SST62 / Shelter - A história completa !

Amigos, vou fazer uma interrupção temporária nos posts, digamos, "didáticos" para publicar uma review atendendo a um pedido que, espero, sirva para esclarecer uma série de informações incorretas e outras bobagens que circulam sobre essa guitarra nos fóruns da internet !

Ah, a SX SST62, a queridinha os fóruns  a "rainha dos upgrades", a incrível guitarra com "as mesmas madeiras da Fender", aquela mesma que com pequenas melhorias poderia soar "como uma Fender americana"...

Brincadeiras à parte, vamos tentar investigar o que tem de verdade e de mito sobre essa guitarra !

Creio que por volta de 2003,  strateiros experientes entravam nas lojas e ficavam intrigados com uma guitarra de uma marca que ninguém conhecia. Nessa época, quase todas guitarras baratas vendidas no Brasil não passavam de tosqueiras, feitas com corpo de compensado e sérios defeitos de projeto e fabricação. Acabamento então, melhor nem comentar... Mas essa guitarra que tinha escrito "Shelter Traditional Series" no seu headstock apresentava um bom padrão de acabamento e madeiras bonitas. E melhor, quando plugada, realmente se ouvia aquele belo som de stratocaster que (quase) todos gostam !

Que guitarra era essa ?

A empresa Habro, um dos grandes importadores e distribuidores de instrumentos musicais no mercado brasileiro, "descobriu" uma fábrica asiática (parece que na Indonésia), que já teria inclusive "produzido para a Fender". Evidentemente, se tem alguma verdade nisso só poderia ter produzido para linha Squier, já que Fender mesmo não era fabricada na ásia por essa época (hoje sim, com a linha chinesa "Modern Player", excelentes guitarras por sinal). Mas o fato é que a Harbro trouxe lotes dessas guitarras e mandou colocar no headstock a marca "Shelter", uma grife criada pela própria Harbro para comercializar instrumentos importados.

Shelter FST62


Os primeiros lotes que chegaram aqui tinham a inscrição "Shelter Traditional Series Custom Hand Made" no headstock e o modelo era denominado "FST62" (assim mesmo com "F" !)

Tenho ainda uma dessas, vejam a foto do headstock (as ferragens douradas não são originais):

Headstock Shelter FST62 Traditional Series

O nome "FST62" era uma alusão à Fender Stratocaster 1962, de quem as FST62s seriam "cópias". Na verdade não podem ser consideradas "cópias" no sentido estrito da palavra, e sim apenas um instrumento, digamos, "inspirado" na Strat 62. Se você quiser uma cópia de verdade da Fender Strat 62 vai ter que comprar alguma reedição da própria Fender ou encomendar a algum Luthier que saiba bem o que está fazendo.

Vejam uma foto de uma reedição americana da Fender 62, para começar, notem que a cavidade do tensor está escondida no final do braço e não no headstock:

Fender American Vintage 62 Stratocaster






Muito bem, mas apesar de não ser uma cópia fiel, a FST62 tinha muitas coisas boas. vamos ver:

Acabamento: A pintura era muito bem feita, cheguei a ver nas cores preta, vinho, creme e amarelo. O acabamento era em poliuretano (PU), como a maioria das Strats modernas (mas se fosse mesmo uma cópia da Fender 62 deveria ser em nitrocelulose !) assim como o verniz do braço. Algumas vinham com acabamento Sunburst 3T, muito bem feito. Cheguei a ter uma dessas, que era linda, me arrependi de ter vendido. Fotos dessa guitarra circularam em fóruns mas garanto que foi minha, (quem me vendeu foi o vendedor George.Del, bem conhecido no ML), vejam (trastes, alavanca e plásticos não originais) !

Sheter SFT62 Sunburst 3T

Plásticos: O escudo mint green e os plásticos eram de boa qualidade e bem bonitos. 

Parte elétrica: a parte elétrica em si não se destacava, com potenciômetros e switch genéricos mas os captadores eram caps cerâmicos de qualidade bastante aceitável, capazes de entregar um bom som de stratocaster. Vou escrever muitos posts sobre "upgrade" futuramente, claro que a guitarra ganha com um bom set de singles em alnico, principalmente se vc tiver um amp valvulado mas acho uma bobagem pegar uma guitarra dessas já pensando em trocar os caps, já que com os caps originais dá para encarar numa boa a fase de aprendizado, ensaios ou mesmo shows. 90% dos upgrades que a gente lê em fóruns é apenas jogar dinheiro fora...

Mas os captadores originais não eram ruins, inclusive sua construção era cuidadosa, vejam a foto deles:

 
Captadores originais SX SST62


Notem que os pinos dos pólos têm o corte reto, inclusive se confundem com os bons caps em alnico. Interessante também a boa qualidade da fiação e o detalhe da chapa de metal na parte traseira.

Madeiras: e, finalmente, a pergunta que não quer calar: "eram as mesmas madeiras da Fender ?!" Bem, vamos analisar. Nas especificações do fabricante dizia: corpo: Alder; braço: Maple e escala: rosewood. São madeiras muito associadas às Fenders. Nesse ponto, temos que dizer duas coisas. Primeiramente, Leo Fender não era um Luthier e sim um extraordinário homem de indústria que teve a visão de produzir instrumentos de qualidade para músicos profissionais com um preço acessível. Alder e Maple são madeiras do hemisfério norte (sim, não crescem no Brasil !) que são utilizadas comumente em construção de móveis e casas, não são madeiras "nobres", Rosewood é uma madeira da família do nosso jacarandá que cresce em diversas regiões do mundo. Tais madeiras estariam disponíveis para as indústrias asiáticas ? Sim, porque como expliquei no post Guitarra boa, bonita e barata !, praticamente quase toda indústria moveleira mundial se transferiu para a China/Asia, a reboque disso, quase toda a produção mundial de madeira também foi direcionada para esses países e a indústria de instrumentos musicais tirou proveito disso. * * * Edit out/2015 * * * no site da Harbro, a descrição da madeira do corpo das SST62/57 passou a vir como "basswood" ao invés de "alder", no entanto, no site internacional (SX Spain) a descrição continua como alder, voltarei ao assunto em breve !

Resta então a questão de verificarmos se madeiras são as mesmas em natureza e qualidade.

Com relação ao Rosewood, não tenho dúvidas, inclusive vi várias com peças bem bonitas na escala. Aqui vai uma observação interessante. A espessura da peça de rosewood da escala das SX era bem maior do que as que costumam vir na Fenders. Vejam uma foto comparando a minha Fender American Standard com a FST62: 

FST62 a esquerda, Fender Ams à direita

Notem que a escala da FST62 é mais grossa do que a da Fender. Atribuo a isso o som um pouco mais grave das SX.

Com relação ao Maple do braço também não tenho dúvidas, inclusive cheguei a ver algumas com figuração tigrada (tiger maple). Os braços das guitarras que eu tive, examinei ou regulei me pareceram  estáveis e de muito boa qualidade. 

A dúvida fica com relação ao corpo de Alder, isso porque na maioria das guitarras a pintura encobre a madeira, impossibilitando a identificação e mesmo as de acabamento semitransparente tal identificação não é fácil. Por outro lado, vamos ver mais a frente alguns modelos SX com corpo em Ash, essa sim uma madeira facilmente identificável. Como verificamos que as SX em Ash eram realmente feitas com essa madeira, não vejo porque não aceitar que o Alder das SX seja, de fato, Alder. As em acabamento semitransparente que eu examinei me pareceram realmente Alder, o peso é bem compatível com o que se espera do Alder. No entanto, um Luthier da minha cidade me disse que têm dúvidas quanto a isso, fica registrado então. No excelente Blog do Paulo May, um guitarrista e Luthier que entende muito de construção de guitarras também constam observações sobre o Alder que ele encontrou nas SX e os das Fenders Americanas, quem quiser informações mais detalhadas o link e o seguinte:


Nesse ponto, podemos responder a questão se as madeiras são as "mesmas das Fenders". Sim, ressalvado o que foi dito acima, são. Mas seriam da mesma qualidade ? Bem, fica difícil afirmar isso porque até entre Fenders da mesma linha existem diferenças significativas no madeiramento. Talvez a Fender tenha um processo de secagem dessas madeiras mais maturado, já que muitas indústrias usam estufas para secagem rápida das madeiras mas não vejo razões sólidas para afirmar que as madeiras das SX sejam piores, ou muito piores, como queiram, então tá valendo !

Os corpos eram feitos em dois ou trés pedaços, como acontece até nas Fenders americanas mas a FST62 da foto acima tinha o corpo em peça única (dá para ver pela foto) !

Construção: o braço de 21 trastes era bem feito, embora não possa ser comparável ao de uma Fender de qualidade, os trastes colaboram muito nesse sentido. O corpo também era cuidadosamente usinado.

Tarraxas: A guitarra tem tarraxas no estilo vintage de qualidade bem ruim, esse é um dos pontos fracos dela. No entanto, ainda acho que não vale a pena trocá-las, a maior parte das queixas de desafinação são causadas por cordas mal colocadas ou pela ponte, que vamos ver a seguir.

Ponte: a guitarra vem equipada com ponte modelo vintage (6 parafusos), de péssima qualidade. Aparentemente, as pontes eram usinadas pelo próprio fabricante pois não obedeciam exatamente ao padrão e as medidas das peças de reposição Fender. Isso é péssimo, porque dificulta em muito a substituição. Durante muito tempo eu pensei ser inviável substituir essa ponte mas um guitarrista experiente mostrou que era possível sim substituir por uma Wilkinson (que segue o padrão Fender), apenas colocando primeiro os dois parafusos do centro e depois colocando os restantes forçando um pouco a entrada dos parafusos. Mas qual é o problema com essa ponte ? Carrinhos de péssima qualidade, o usinamento da chapa da base é mal feito, a própria chapa é muito fina e o "fulcrum", aquela peça de metal que fica dentro da cavidade de madeira tinha pouca massa, prejudicando a entonação. Minha recomendação para quem comprar uma guitarra assim é não utilizar a alavanca, imobilizando a ponte através da colocação de todas as 5 molas esticadas ao máximo, ou então fazer um bloco de madeira para imobilizar a ponte.

Trastes: trastes vintage, bem finos, de qualidade média, isso diminui  a versatilidade da guitarra. O trabalho de colocação de trastes era até razoável mas ainda assim exige levar a guitarra a um Luthier para um nivelamento fino dos trastes (farei um post sobre isso no futuro)


Ok, examinadas as características básicas da guitarra vamos ver agora os diversos modelos que se seguiram.


SX SST62

Depois de um tempo, parece que a tal fábrica da Indonésia cresceu e passou a vender instrumentos para outros clientes em todo o mundo. Hoje, existe um site muito bem estruturado com os proutos da marca:



mas o fato é que as guitarras distribuídas pela Harbro passaram a vir com um headstock diferente, dessa vez com a inscrição SX, ao invés de Shelter, e a guitarra passou a se chamar "SST62" no lugar de "FST62", vejam (observem também, que as tarraxas não são originais nessa foto):

SX SST62



Apesar da mudança nos nome, o instrumento era exatamente o mesmo da Shelter FST62, inclusive na qualidade (e nos defeitos !).

Após uns anos, para a tristeza de muitos, a Fender começou a pegar pesado aqui no Brasil com aqueles que copiavam seus modelos, exigindo sob ameaça de processos que se fizessem mudanças no formato do headstock. Com isso, muitos fabricantes mudaram o design de seus braços, colocando o famoso (e feioso !) "bico de papagaio", e a Harbro também efetuou tal mudança, passando os modelos a vir com o seguinte headstock:


SX SST 62 - Headstock "Bico de Papagaio"

Temos que reconhecer que chegaram a um design bem sóbrio, sem aqueles "bicos" exagerados ! Mais uma vez, apesar da mudança cosmética, o instrumento era exatamente o mesmo da Shelter FST62 !



SX SST LT2


Pois bem, com o sucesso da SST62, turbinado pela reviews miraculosas que pululavam nos fóruns da internet, a Harbro lançou um outro modelo, SX SST LT2, aparentemente com a intenção de oferecer um instrumento que dispensasse qualquer upgrade, mais voltado para os músicos profissionais. Como novidade, trazia o corpo em ash, ferragens douradas, captadores em alnico, escala clara, tarraxas seladas, escudo "pearloid" e ainda vinha acompanhada de um belo case de alto padrão. Estranhamente, o encaixe do braço era a 3 parafusos, como nas Fenders 70's. A ponte era a semelhante às da SST62. Foi uma das maiores pechinchas do mercado, já que era vendida por cerca de 800 e poucos reais ! Não sei por que, essa linha durou pouco...

SX SST LTD






SX SST ASH


Pouco depois, apareceu uma outra linha denominada "SX SST ASH". Comparada com a SST62, vinha com um copo em Ash ao invés de Alder, porém, com a diferença de que o corpo vinha sem acabamento, parecia que a madeira era apenas encerada. Isso é péssimo, pois expõe o corpo a danos e batidas, já a pintura e o PU protegem muito a madeira. Para piorar, os corpos eram feitos de 3 ou mais pedaços de Ash colados sem nenhum critério, o que fica muito feio nessa madeira tão figurada. Como vantagem, vinha com tarraxas seladas, ao invés de "vintage".





SX SST57


Desde o lançamento da SST62, muitos reclamavam da falta de uma opção de braço com escala clara. Foi lançado então a SX SST57, que oferecia essa ótima opção de braço inteiriço em maple. A guitarra ainda era a mesma, com exceção do braço e do escudo, que nesse modelo era branco ao invés de "mint green":

SX SST757




SX ALDER

Em 2009, o lançamento de a nova linha SX Alder, trouxe de novo a discussão se o Alder das  SX era o mesmo das Fenders, já que essa linha anunciava como atrativo o uso do "Alder americano". Também vinham com tarraxas seladas. Estranhamente, pela primeira vez vi que o corpo da guitarra não tinha a espessura padrão das Fenders  (4,5cm), sendo um pouco mais fino. Apesar disso, toquei em uma Strat e um baixo dessa linha e achei eles bem legais.

SST Alder



CONCLUSÃO


Pelo visto, a saga das SX ainda está bem longe de acabar, hehe ! Não falei aqui de modelos de menor importância para a compreensão da linha das SX, como a SX SST SKY, que lembra o modelo Fender signature do SRV e até uma coisa chamada SST62 3/4, que é construída em uma escala menor. O que temos que ressaltar aqui é que o mercado de guitarras mudou desde o aparecimento das SX, hoje, temos também opções de qualidade para instrumentos baratos em outros fabricantes. Ainda assim, considero ainda essa linha imbatível na faixa de preços abaixo dos R$ 500,00, uma excelente opção para quem está começando na guitarra e até mesmo para guitarristas experientes !

Quanto a famosa "equação" SX + boas peças = Fender, será que é verdadeira ? Bem, prometo responder quando fizer o post sobre upgrades, hehe! 

Espero que gostem desses post, pretendo mandar reviews iguais a essa sobre outros modelos e fabricantes. Se alguém quiser mandar idéias, correções e críticas sobre esse post, sinta-se a vontade !

Abraços e até a próxima, fiquem com um vídeo mostrando o belo som da SST62 (não sou eu tocando, é um gringo) !





Clique aqui para ver algumas medidas do braço da SX SST62

Clique aqui para ver um upgrade em uma SX FST62

111 comentários:

  1. Olá,
    Estou querendo comprar uma guitarra. Não sei tocar muito coisa e ela vai para uso exclusivo em casa, vou tocar pro diversão mesmo. Me recomendaram a Condor RX30, um amigo meu tem uma dela e quer me vender, segundo ele a guitarra está bem conservada. É um bom negocio, ele tá pedindo 270 R$ ?
    Gostaria de um indicação também de um amplificador, me recomendaram o Giannini G6. Quero um na faixa de preço dos 300 reais.

    Ótimo blog, ele está me ajudando bastante, vlew ai !!
    Abrss
    Hugo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ôpa ! Essa guitarra é adequada para quem está começando. Ele poderia baixar esse preço pois isso é o que custa uma nova. Infelizmente com R$ 300 não dá para comprar um amp bom. Tente ver um Fender Frontman 25r, está na faixa de uns 500.

      Excluir
    2. Só mais uma dúvida, compensa mais comprar esse Condor por 250R$ ou comprar um MG32 Memphis by Tagima por 300R$ nova ? Ouvi falarem muito mal da MG32. A condor é SSH e a MG e SSS.

      Abrss

      Excluir
    3. Olha, são guitarras da mesma categoria, conheço muito bem os dois modelos, as menphis antigas eram ruins, algumas tinham até corpo de compensado, atualmente isso não é mais verdade. Quanto a ser SSS ou SSH é uma questão de gosto, eu prefiro SSS. Abç.

      Excluir
    4. Ok.

      Muito obrigado.
      Vou continuar acompanhando o blog.

      Abrss
      Hugo

      Excluir
  2. Primeiramente gostaria de parabenizá-lo por este blog. Está muito bem feito e tem muitas informações valiosíssimas para os iniciantes.
    Agora eu gostaria de tirar uma dúvida, aproveitando a pergunta do colega. Vou comprar minha primeira guitarra e estou em dúvida entre uma yamaha pacifica 112j e uma shelter nashville 305. Será que você poderia me dar uma opinião sobre qual escolher. Gosto muito de rock, mas hoje tenho grande interesse por tocar jazz.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado ! Olha, não tem como comparar essas duas, a Pacifica 112j é praticamente uma guitarra de qualidade profissional, não precisa de upgrades, inclusive vem com captadores em alnico, é uma ótima strat. O braço dela tem um shape um pouco diferente do padrão Fender, vale a pena vc testar antes de comprar para ver se gosta. Infelizmente é uma guitarra que chega um pouco cara no Brasil, na faixa de uns R$ 1.000. Então, se for comprar uma Pacifica nova, eu recomendaria olhar também a Squier Standard, que possui preço e qualidade similares aos da 112j mas é um instrumento de muito maior facilidade de revenda, se vc quiser (e vai querer !) vender no futuro...

      A Nashville é apenas um modelo para iniciantes, precisaria de vários upgrades para ficar legal, e talvez nem assim, abç !

      Excluir
    2. Muito obrigado. Estava em dúvida se valeria a pena pagar um pouco mais para pegar a 112j no lugar da nashville, mas imaginava que a diferença de preço seria de uns R$ 200 ~ R$ 250. Não sabia que a 112j estava tão cara. Aproveitei para dar uma olhada na squier standard e constatei que custa mais de R$ 1300, o que já acho um pouco caro para quem está iniciando.
      É, decidir sobre qual guitarra comprar não é nada fácil para um iniciantes... Abs

      Excluir
    3. Se olhar com bastante calma vc consegue comprar uma squier standard nova por +/- R$ 1.000. Esse vendedor aqui é antigo e conceituado no ML, veja:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-468399814-guitarra-stratocaster-squier-fender-antique-burst-cabo-p10-_JM

      Abaixo de R$ 1.000 é mais difícil comprar algo novo de qualidade profissional. abç !

      Excluir
    4. Mais uma vez, muito obrigado pela dica. Este modelo de guitarra parece muito interessante. Abs

      Excluir
  3. Primeiramente queria parabenizar pelo ótimo Blog ,Queria que vc me ajudasse , vou comprar minha primeira Guitarra e ja tenho alguns modelos em mente.
    SX SST 62 http://www.habro.com.br/sx/prod_det.asp?str_ID=574
    SX SST 57 http://www.habro.com.br/sx/prod_det.asp?str_ID=573
    SX ST EG1K http://www.habro.com.br/sx/prod_det.asp?str_ID=943
    Shelter Califonia STD 14 http://www.americanas.com.br/produto/7019841/guitarra-california-stdcal-14-preta-shelter
    Eai Queria sua opinião qual dessas vale mais a pena , ou alguma sugestao sua de outro modelo .
    E tb queria saber se vc preferi um Amplificador ou um Cubo com Efeito .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ôpa, tudo bem ? Olha, eu pegaria a 57 ou a 62. Vc leu o post onde eu recomendo 10 modelos de guitarra ? Quanto ao amp, agaurde mais um pouquinho porque eu vou fazer um post muito completo sobre o assunto, abç!

      Excluir
    2. Vlw , vo pegar a 62 , li sim , leio todas as suas postagens , vo aguardar seu post sobre amp pra poder comprar um . Abç .

      Excluir
  4. Ótimo post, era o que eu queria.
    Tô afim de comprar uma Sx SST 62 pela net.
    Meu medo é vir uma 3/4. Dizem que esta tem um braço 30 cm que o modelo tradicional, o que você me diz? Teve um cara que disse não tinha diferença, tô em dúvida.
    Esse modelo 3/4 ainda é bom como os outros?

    Abraço, parabéns pelo excelente blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ôpa, tudo bom Thiago ? Compre a guitarra de tamanho normal, isso de 3/4 não existe, não serve para nada, kkkk, só se vc for uma criança ou um anão ! Se vc pedir a guitarra de tamanho normal com certeza não vão te enviar uma 3/4 ! abç.

      Excluir
    2. Na verdade se a diferença for apenas no comprimento da escala isto pode oferecer muitas vantagens como por exemplo a possibilidades de usas cordas de calibres mais pesados mantendo uma tensão confortável das cordas além de proporcionar um timbre um pouco menos agudo no cap da ponte.

      Excluir
    3. Curioso, não tinha pensado sob esse aspecto, acho que vc tem razão quanto a isso, obrigado pela contribuição !

      Excluir
    4. É um prazer.
      Parabéns pelas informações.

      Excluir
  5. Excelente post!!

    Cara, eu tenho a primeira SX (aquela que era exatamente igual a FST62 porém com o logo SX) e vou trocar todo o hardware dela.. Como você parece entender muito mais, quais modelos de ponte,tarracha e nut são compatíveis com ela??

    Os produtos que estão na minha mira são esses:

    Nut:
    http://www.ebay.com/itm/Graph-Tech-PQ-5000-00-Slotted-Curved-Bottom-TUSQ-Electric-Guitar-Nut-/360619890088?pt=Guitar_Accessories&hash=item53f69ed5a8

    Ponte:
    http://www.ebay.com/itm/NEW-Wilkinson-WVC-SB-Vintage-Style-Tremolo-CHROME-/360121451324?pt=Guitar_Accessories&hash=item53d8e9433c

    Tarrachas:
    http://www.ebay.com/itm/280920888566?ssPageName=STRK:MEWAX:IT&_trksid=p3984.m1438.l2649

    Você consegue me dar uma ajuda nessa escolha?
    Ótimo Blog!
    Abraço!

    Contato:
    Caio.H
    cfp_89@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bom amigo ? Olha, quanto a nut é uma opção sua, a minha experiência me mostrou que esse é um upgrade que não faz tanta diferença. As tarraxas eu substituiria por modelos vintage mesmo. Quanto a ponte, esse é um problema. As pontes originais das SX não seguem um padrão exato da Fender. Me parece que eram produzidas na própria SX, por sinal péssimas. Durante muito tempo, eu pensei que não podiam ser substituídas por pontes padrão sem mexer nos buracos, até que um amigo me mostrou que era possível instalar uma wilkinson apenas colocando primeiro os dois parafusos do centro e depois, forçando um pouco os parafusos restantes para encaixar nos buracos !!! abç.

      Excluir
  6. Poxa, e será que outras tarraxas vintage seguram bem afinação? Quais você me recomenda, amigo??

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tarraxas vintage de boa procedência (fender, wilkinson, gotoh, etc) seguram legal, a dica é trocar os abaixadores por abaixadores "roller" e colocar legal as cordas. O grande problema não as tarraxas, são cordas mal colocadas !

      Excluir
  7. Po ai eu tenho uma sx sst 62, e quero customizar ela,colocar um escudo preto e tirar esse escudo ''tosco'' dela,trocas as tarraxas e os captadores,vou fazer um bom negócio,muitos dizem que fica bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Lucas, beleza ? Não acho o escudo original tosco, ele é mint green, como na Fender 62. Tem um post meu que fala só sobre upgrades. Recomendo vc dar uma lida, ok ? abç.

      Excluir
  8. Importante postagem sobre as madeiras utilizadas nas SX publicado no Blog do super Paulo May:

    http://guitarra99.blogspot.com.br/2013/08/guitarras-sx-identificando-as-madeiras.html

    ResponderExcluir
  9. Oi, excelente post, estou querendo pegar uma guitarra pra tocar vários estilos de som, reggae, pop, rock. Essa guitarra Guitarra Shelter Stratocaster Elétrica Califórnia , achei o preço bem em conta. Será que dá pra fazer um som bacana; Ela é SSH.

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-515031543-guitarra-shelter-stratocaster-eletrica-california-alavanca-_JM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blz ? Nessa faixa de preços não existe muita diferença de qualidade entre os instrumentos mas essa é uma guitarra adequada para quem está começando e não pode gastar muito, sugiro vc pesquisar também a strat Michael gm227, ok ?

      Excluir
  10. Primeiro quero dar-lhe os parabéns pelo excelente blog com esclarecimentos interessantes a todos os amantes de guitarra, principalmente os das Shelter/SX.
    Há 8 anos atrás tive uma FST62, sunburst, que acabei por bobagem, vendendo. Se arrependimento matasse, eu já estaria no outro plano!
    No início deste mês vasculhando a web atrás de guitarra, acabei encontrando e comprando uma FST62, sunburst, igual a que eu tinha, emestado impecável.
    Na verdade ofereci um sinal, o qual foi depositado em conta sendo que o restante será pago no fim este mês.
    Tenho muita matéria sobre a FST62, inclusive folders digitais copiados do site http://www.teamintlco.com/, fabricante na época (acho que ainda hoje...) das SX.
    A que comprei é uma FST62 SX.
    Posso enviar fotos dela para vc? Gostaria de saber a sua opinião.
    Grande abraço!

    PS: Tenho uma Fender Mexicana (MIM) fabricada em 2009 (MZ9504556) e gostaria de saber de que madeira é feito o corpo. (ou de quantas partes...).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beleza Mr Lee ?! Olha, pode enviar as fotos da sua FST62 para o mail do blog: comprarprimeiraguitarra@gmail.com

      Se estiverem legais e vc autorizar, até posto elas aqui !

      Mas na minha experiência (e várias já passaram na minha mão), não existem muitas diferenças entre a FST62 e a SST62, fora o formato do headstock. Com relação às Sx mais recentes (american alder, etc), sim.

      Agora, a usa MIM muito provavelmente é feita de alder, ou talvez, com probabilidade menor, de ash. Não tem como saber a quantidade de pedaços pelo serial, hehe, eu não me preocuparia muito com isso, o importante é que a guitarra soe legal, né ? abç.

      Excluir
  11. Excelente artigo. Parabéns pelas informações. Tenho uma FST62 e, apesar de algumas limitações dela, acho uma guitarra muito boa. Troquei capacitor de tom por 0,033uF e ao plugar ela em um compressor orange squeezer (handmade) e mais um reverb da behringer soa muito parecido com uma fender, sem dúvidas.

    ResponderExcluir
  12. Perfeito post. Gostaria de saber sobre a SX EG1K - Strato, vi ela com um preço bem em conta. Procurei na net e não achei nada sobre ela. É uma boa guitarra ? Já toco há um bom tempo, quero uma guitarra bem construída e que vale a pena fazer upgrade.Tinha uma sg mas quebrou o braço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, esse modelo especificamente eu nunca testei uma, já li opiniões falando que seriam inferiores a sst62 mas, pelas especificações parece que são bem semelhantes, então creio que deve ser uma boa strat sim, ficando um tempo legal com a guitarra vc mesmo vai concluir sobre a qualidade dela !

      Excluir
    2. Obrigado. Vou considerar em pega-la.

      Excluir
  13. Boa Noite, Eu tenho uma guitarra Shelter custon Hand Made Traditional Series.Ela tem a mão tipo fender mas notei que os chifres são mais finos e tem 22 trastes qual o ano de fabricação dela pode me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blz amigo ? Olha não teria como vc postar uma foto ? Não conheço nenhuma guitarra dessa série com 22 trastes. Realmente não sei dizer, uma foto ajudaria bastante, ok ? abç.

      Excluir
    2. Blz MadGuitarMan. Compartilhei 2 fotos da minha Shelter no Blogger da uma olhada.abç.

      Excluir
    3. Não consegui ver as fotos mas vi os seus vídeos tocando nela, realmente nunca tinha visto uma sx assim, ela parece uma FTST 62 mas tem 22 trastes, não notei a questão dos chifres mais finos mas o vídeo estava meio escuro, pode ser que essa guitarra seja de alguma série especial, realmente não sei, veja que nem no site internacional das sx vc encontra algo parecido:

      http://www.sxguitarspain.com/sx_electric_guitars.htm

      Vai saber, né ?... abç.

      Excluir
  14. Eu tenho uma SST62 no ML para vender.

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-546890636-shelter-sst62-boss-me50-_JM#D[S:HOME,L:CONVCATEG-CORE-ITM,V:1]

    ResponderExcluir
  15. Olá amigo parabéns pelo blog!!

    Gostaria de sua opinião referente a guitarra SX SST57. Qual a diferença com relação a SX SST62? Qual vc indicaria a compra?

    Guitarra SX Strato SST 57

    Características Gerais
    - Modelo: SST 57
    - Série: Vintage series
    - Tipo de guitarra: Elétrica
    - Cordas: Daddario USA
    - Braço: Maple
    - Escala: Maple
    - Corpo: Alder
    - Trastes: 21
    - Tarraxas: Tradicionais semi blindadas
    - Ferragens: Cromadas
    - Ponte: Trêmulo standard vintage
    - Controles: 1 volume, 2 tones, Chave 5 posições
    - Escala: 648 mm (25.5”)
    - Largura do nut: 43 mm (1.69”)
    - Escudo: Clássico Branco
    - Marcação: Dot (Bolinha)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blz ? Olha, a 57 e a 62 são praticamente a mesma guitarra, a diferença é que a 57 tem escala clara e a 62 escala escura, a cor dos escudos são diferentes também, então é mais uma questão de gosto, eu prefiro as strats com escala escura (rosewood) então iria de sst62. abç.

      Excluir
  16. Olá, gostaria de tirar algumas dúvidas, voltei a tocar guitarra a mais ou menos 2 anos, (fiquei parado quase uns 17 anos!), hoje com 44 anos re-descobri o prazer de tocar guitarra, e na minha época quando tocava só existia algumas marcas como: Giannini, dolphin, e as mais caras eram as Ibanez que quase ninguém tinha, a pouco tempo peguei em uma negociação uma Sx sst 57, simplesmente linda! a minha dúvida é a seguinte, vale a pena fazer um upgrade? e se esta guitar poderá ser usada em shows sem problemas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MInha opinião é de que ela pode ser usada em show até mesmo sem upgrades, talvez para tocar um rock mais pesados compense colocar um captador tipo rails na posição da ponte. Fiz um post sobre upgrades, dê uma olhada:

      http://inicianteguitarra.blogspot.com.br/2012/12/como-fazer-upgrades-em-guitarras.html

      Excluir
  17. Mad Guitar Man, preciso de sua ajuda. Você tem um conhecimento bem amplo a respeito da FST62. A ponte original dela tem as mesmas medidas da SX SST62? Digo isto porque as SST62 tem o padrão mexicano (52 mm) e não o americano (57 mm). Eu coloquei uma ponte Fender México em uma SX e ficou perfeito e agora pretendo colocar em uma FST62. Agradeço desde já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, não posso afirmar com certeza pois não tenho uma sst62 aqui para comparar mas acredito que a medida da ponte é a mesma da fst62. O problema parece é que a cavidade da fst62 tem um formato que não permite vc encaixar uma ponte com "big block", tem um excesso de madeira que dificulta isso, eu nunca consegui uma ponte com big block que encaixasse perfeitamente na fst, a adaptação é possível, basta um luthier alargar um pouco a cavidade com uma tupia mas aí já é complicado ! Por favor, me conta depois as suas experiências com essa troca, ok ? abç.

      Excluir
    2. Vou contar sim, pode deixar. O que posso adiantar é que na SST de American Ash ela coube na medida. O bloco ficou certinho. Inclusive, mandei fazer um bloco de aço - grande também, é óbvio - e também coube sem problemas.

      Excluir
    3. Bom saber que a ponte Fender coube na sst american ash, pois parece esse modelo tem um corpo um pouco mais fino do que o padrão Fender (4,5 cm). Acho que esse problema com o excesso de madeira na cavidade só acontece com as fst62, tenho uma das primeiras e ele veio dessa forma. E meio complicada essa coisa de troca de ponte vintage porque é bom que a furação das pontes estejam 100% compatível, se os parafusos tiverem de ser forçados para entrar é bem provável que a ponte tenha dificuldade para voltar na posição original após a alavancada (existe alguns modelos da wilkinson com furação oval para amenizar esse efeito). Tive um ótimo resultado de upgrade com essa ponte xing-ling aqui, achei boa a qualidade e tem big block, apesar de que ela é muito barata:


      http://www.eyguitarmusic.com/ChromeStrat-Tremolo-Gutiar-Bridge-Tail108mm-string-spacewith-full-square-blockABBQ-101CR_p_991.html

      Excluir
  18. E ainda aproveitando seu conhecimento sobre as FST62, gostaria de uma opinião sua: entre a FST62 e a Squier Standard, qual você escolheria para um iniciante? Qual delas consegue se aproximar mais de um som de uma strato "de verdade"? Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha a fst62 é uma boa strat mas a squier standard ganha nos captadores e na ponte, que é inclusive pivotada. Acho também o braço da squier mais confortável mas aí é questão de gosto. acho que a questão é o preço, se a grana der, acho a squier uma opção melhor. As duas são strats de verdade, por que não seriam ??!!

      Excluir
    2. Obrigado pela opinião! Quando digo "de verdade" me refiro aquela sensação que acredito que muitos já passaram: tentar chegar naquele timbre característico de uma Fender, aquele "som de strato". Valeu mais uma vez!

      Excluir
  19. Amigo, vou comprar a minha primeira guitarra. Estou em dúvida entre a Squier standard e a sx-sst62 que você está indicando aqui. Sou iniciante. A diferença de preço entre essas duas é muito grande. Será que compensa pegar a Squier (já que to começando) ou não tem muita diferença com a sx-sst62 e então pego a sx-sst62? Grato desde já!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A squier standard possui captadores e ferragens melhores do que a sst62. Mas se vc é iniciante, recomendo comprar a sst62, a não ser que dinheiro não seja problema. A sst62, do jeito que vem de fábrica pode ser usada para o aprendizado, ensaios e até em shows e vai se sair muito bem. No futuro, vc pode ainda melhorá-la com upgrades mas não existe necessidade disso porque a guitarra é boa do jeito que vem.

      Excluir
  20. E em relação a amplificador, estou pensando em comprar um da Marshall Mg10cf Mp3 2 Canais 10w por quase 300 ou outro de 15w por quase 500. Compensa comprar este? Ou encontro um com a mesma qualidade e mais barato? Tem muita diferença entre 10 w e 15 w (só para eu tocar em casa mesmo, pelo menos por enquanto rs). Obrigado por responder!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, esse amplificador só serve para estudo e nada mais. Recomendo vc dar uma pesquisada nesses aqui:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-583547616-amplificador-para-guitarra-stagg-ga-20-_JM

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-582244825-amplificador-para-guitarra-stagg-ga-40r-_JM

      Excluir
  21. Eu compraria o segundo de olhos fechados só pela potência ! Mas será que a qualidade do som/distorção é a mesma? E tem tudo que o outro tem? Desculpa ae, não tenho muito conhecimento não, mas quero comprar coisa boa, caso eu venha a montar uma banda um dia. Valeu meu velho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, o que eu posso te dizer é que eu comprei um desses stagg de 60w com falante de 12" para deixar no estúdio onde minha banda ensaia, o amplificador é bem legal, claro que por esse preço não dá para esperar maravilhas, amplificador bom o preço é acima de 2.000, mas esse amplificador do segundo anúncio com certeza dá para vc estudar, tocar em ensaios e até fazer pequenos shows, veja esse vídeo com um gringo demonstrando o amp:

      https://www.youtube.com/watch?v=n4rafGagUxM

      Excluir
  22. amigo queria saber qual a diferença da 3/4 pra normal, se é o braço, ou o corpo ou os dois sao diferentes da medida da normal. pois eu comprei uma 3/4 sem saber mas se for o braço eu posso trocar por um padrao fender, se não eu troco a guita na loja .. qual seria o melhor a fazer ? obg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, não é só o braço, a guitarra inteira é menor na proporção de 3/4, o ideal seria vc ir na loja e negociar a troca do instrumento, a loja deveria ter esclarecido o que estava te vendendo, acredito que eles não vão se recusar a trocar, boa sorte !

      Excluir
  23. Brother.... to precisando de um HELP. Estou negociando uma guitarra SX sst62 das antigas, com o headstock ainda no padrão fender e com 3 singles. Porém, notei que além da chave seletora comum, guitarra tem uma "mini chave" de 3 posições. Sabe me dizer se isto é comum nestes modelos? Fiquei com a pulga atrás da orelha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é desse modelo, isso foi colocado por algum dono anterior da guitarra, em geral, esse tipo de chave é colocado para splitar o humbucker da ponte mas esse modelo só tem captadores single, então fica difícil imaginar o porque dessa chave. Cuidado como quanto vai pagar por essa guitarra, tem uma em excelente estado a venda no ML por 560 pilas e está totalmente original...

      Excluir
  24. ola amigao, eu vi hoje numa loja de usados uma que estava escrito assim no headstock: Shelter usa custom hand made. poderia me informar qual o modelo dessa? Ela estava por 280, e tinha um timbre bacana, melhor do que minha squier affinity, sera que vale a pena a compra? Um abraço.

    ResponderExcluir
  25. sobre esta equação shelter + upgrades = Fender, posso dizer que é falso. Tenho uma fst62 que por anos fiquei modificando, coloquei tarrachas kluson, ponte wilkson, pontenciometro da fender, captadores texas special,...enfim, tudo que podia ser trocad e realmente ficou com som muito bom, com o exceção do problema da ponte que não encaixava com perfeição e quando era usado alavanca sempre desrregulava a oitava da corda sol. Agora alem dela possuo uma fender americana e a diferença é gritante, apesar da shelter dar sim o som caracteristico das fender, o acabamento e principalmente o sustain e definição das notas é muito superior na fender. É como comparar uma boa pedaleira que simula amps a um amp valvulado real. A pedaleira vai dar o timbre do amp, mas jamais a dinamica e as nuances da valvula.
    ahh, a shelter não é uma peça de madeira unica não, descobri isso quando fui instalar um humbucker na ponte. Cavei com formao é pude notar pelas lascas que na verdade eram tabuas de madeira sobrepostas. Talvez esteja ai um fator que faz ela ter menos sustain e definição que as fender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo com vc. Acontece que mesmo entre as as fenders americanas (aí falando de american standard / series) tem muita variação também. A diferença que eu sinto é que o braço da Fender tem uma pegada melhor, a guitarra como um todo parece mais equilibrada. O som da FST é uma pouco mais grave, isso poder acertado se vc instala um fender tbx como master tone. De qualquer maneira, gosto muito da minha FST, não importaria se ela fosse minha única strat.

      Excluir
  26. Olá Mad, Parabéns pelo Blog. ^^
    Queria sua opinião sobre essa guitarra...

    http://df.olx.com.br/distrito-federal-e-regiao/instrumentos-musicais/strato-sx-ash-com-bloco-manara-91790981

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andressa, essa guitarra é bem legal, parece que o vendedor trocou o bloco da ponte e colocou um bloco manara, que melhora um pouco o timbre, eu tentaria abaixar um pouco esse preço, talvez para uns 650, sempre lembrando que vc pode comprar uma SX SST62 nova (que é tão boa quanto a sx ash) no Mercado Livre por 500 reais, então avalie bem esse parâmetro ao decidir quanto está disposta a pagar, ok ? Boa sorte e abç !

      Excluir
  27. Olá amigo
    Estou procurando uma SST62 para comprar , porém reparei em vários anuncios que os vendedores não colocam o modelo ou simplesmente não sabem (colocam guitarra shelter strato).
    Gostaria de saber se estiver escrito no Head, shelter TRADITIONAL series e CUSTOM hand made, posso ficar tranquilo ?
    E o que dizer das VINTAGE series ?
    Outra pergunta, as séries USA e california não tem a mesma qualidade correto ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, nesse post eu explico bem isso, a diferença entre SX e Shelter e a evolução dos logos, não vejo como possa esclarecer mais essa questão, o fato é que se vc for comprar uma SX nova, o logo vem como "SX Custom hand made vintage series", se for uma antiga aí pode variar conforme mostra o artigo. Series USA e California são guitarras de qualidade inferior.

      Excluir
  28. Ótimo review, essa é uma guitarra que eu recomendo! Se possível uma hora faça um review sobre a Les Paul SX da mesma época (que também fez muito sucesso, assim como a FST).

    ResponderExcluir
  29. Caro MadGuitarMan venho aqui na seção de comentários para poder agradecer a voçê pelo trabalho que desenvolve, como todos nós brasileiros natos que corre atrás o dia inteiro, sei que você teve ser o seu trabalho e esse aqui do blog é um hobby. Através desse review adquiri uma SX SST62 em um loja online em Curitiba que demorou chegar por causas de alguns problemas, mas agora eu estou desfrutando da Guitarra que para iniciante é um ótimo custo benefício. Bom se não fosse pedir muito gostaria saber sua opinão sobre as Ibanez para o nível intermediário, quais vc indica pois no site da Ibanez existe um quantidade enorme de modelos, eu gostei muito dos modelos da linha RG mas são tantos. No mais um grande abraço e outra vez meu muitissimo obrigado pela sua ajuda e todo esse seu contéudo de excelente qualidade a nossa disposição a custo zero. Grato!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Claudio ! Olha, essa linha RG da Ibanez tinha instrumentos de diversas faixas, guitarras profissionais, semi profissionais com um bom custo / benefício, muita gente começou a tocar com a famosa RG 350DX, hoje, com a subida do dólar as coisas estão mais complicadas, o que vai diferenciar de fato esses modelos serão o tipo de ponte, os captadores e o perfil do braço, nesse julgamento entra muito o lado do gosto pessoal e poder aquisitivo de cada um, sugiro vc ter muita calma nessa aquisição e estudar essa linha, existem fóruns internacionais com muitas informações.

      Excluir
  30. Bela matéria. Parabéns!

    Há pouco tempo dei início ao meu blog sobre música, guitarras e lembranças com o mundo da música. Fiquem à vontade pra dar sugestões, ficarei grato. Obrigado pelo espaço Iniciante Guitarra. http://musicaguitarraelembrancas.blogspot.com.br/

    Abraços!

    ResponderExcluir
  31. Adendo: No site internacional da marca consta a madeira como Basswood.

    http://www.sx-guitar.com/index.php/Products/detail/pid/26/id/126

    ResponderExcluir
  32. Olá encontrei uma guitarra dessas com o logo Shelter Tradicional series hand made com o headstock igual ao modelo que você mostra na foto com tarrachas douradas por R$400,00, o estado de conservação está muito bom. Você acha um bom negócio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O preço está bom. Tarraxas douradas só no modelo que imitar a signature do SRV, veja se ela veio com o escudo preto escrito "Sky"

      Excluir
  33. Olá amigo primeiramente parabéns pelo Blog, depois da leitura do mesmo, acabei chegando nessa guitarra.
    http://www.kabum.com.br/produto/70067/guitarra-sx-stratocaster-vintage-branca-sst62-vwh/?tag=guitarra%20sx
    Estou dando de presente ao meu filho de 16 anos para início de estudos. Seria uma boa opção?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é uma ótima opção, o preço está bom e a loja é confiável !

      Excluir
  34. No meu caso, eu não tive sorte alguma com uma SX SST 57. Comprei pela internet e ela veio com um trastejamento escroto mas pensei que se tratava apenas de regulagem. Perdi a garantia. Pra não ficar encostada, mandei retificar trastes e continuou trastejando. Mandei retificar escala daí percebeu-se que a escala empenou quando foi montar. Gastei quase o valor dela com o serviços e continua a mesma bosta. Hoje em dia, só recomendo a Squier e apenas algumas linhas. O resto é loteria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fica registrada a sua opinião Jr, o fato da guitarra vir com trastejamento ou mesmo precisar de retificação de trastes quando chega é normal, em guitarras asiáticas como a em questão é praticamente a regra, no entanto, vc diz que a escala precisou ser retificada, aí não, independente de vc achar que perdeu a garantia, eu pediria um laudo ao Luthier que fez os serviços e de posse desse laudo entraria em contato com o distribuidor do instrumento exigindo a troca, caso não fosse ressarcido acionaria judicialmente.

      Excluir
    2. Foi bobeira minha não ter procurado a loja.

      Excluir
    3. Meu entendimento é de que mesmo tendo mexido na guitarra vc teria direito a um ressarcimento ou a um novo instrumento, na conversa não resolve não mas na justiça sim.

      Excluir
  35. Cara, bom dia, muito bom seu Blog, parabéns!
    Se puder me ajudar eu agradeço imensamente:
    Estou interessado em adquirir de 2a mão uma Shelter USA que (suponho) seja uma CALSTD15. A guitarra é em tudo idêntica à CALSTD15 que está no site da Shelter (3 caps single coil), mas no padrão vermelho semitransparente.
    O que me preocupa é que o headneck (mão) possui apenas a inscrição "Shelter USA" e também tem um "bico de papagaio" muito mais pronunciado que o das atuais guitarras Shelter/SX e que o de todos estes headnecks que você postou fotos.
    A dona acredita que tenha comprado por volta de 2008, mas não tem certeza. Isso me intriga, pois conforme entendi da sua publicação, as Shelter/SX já deveriam por esta época estar com o headneck de "bico de papagaio", mas no padrão atual! Por outro lado, se fosse uma guitarra mais antiga, estaria com o headneck no formato dos da Fender (tenho um baixo Shelter antigo que usa o headneck idêntico ao da Fender).
    Assim, pergunto, se o amigo souber responder:
    1 - esta guitarra é mesmo uma Shelter? Será que posso adquirir sem medo de comprar uma falsificação?
    2 - o amigo conhece as especificações técnicas dela, da época?
    Desde já agradeço e novamente parabenizo pelo ótimo trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vader, acho que sei o que aconteceu... a guitarra em questão é somente Shelter e não SX, pois nos primeiros anos das SX com o "bico de papagaio" a Habro paralelamente vendia instrumentos com a marca "Shelter USA" (como acontece até hoje) talvez para atrair um mercado de custo mais baixo, portanto não creio na possibilidade de falsificação. Quanto as especificações, acredito que o corpo seja de basswood, braço de maple e escala de rosewood... mas para mim são bons instrumentos, talvez até vale a pena arriscar um upgrade, como esse aqui: http://marcelodonati.blogspot.com.br/2012/01/modificando-uma-guitarra-shelter.html . Espero ter ajudado!

      Excluir
  36. Olha, ninguém falsifica guitarras de baixo custo, não vale a pena, tudo indica que sua guitarra é uma Shelter USA, que nada tem a ver com SX ou Shelter/SX, Shelter USA, Shelter California, etc são guitarras asiáticas importadas pela Harbro mas que têm outra procedência e outras especificações, são guitarras iguais a dezenas de outros modelos chineses que encontramos por aí, uma guitarra assim deve valer uns R$ 250 no máximo (usada), essas guitarras são inferiores às SX mas são instrumentos adequados para iniciantes, desde que bem reguladas, cuidado para não pegar uma achando que é uma SX, é comprar gato por lebre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blz amigo, muito obrigado e um grande abraço.

      Excluir
  37. Olá, estou iniciando no mundo da guitarra e gostaria de saber se a Tagima TG530 é uma boa compra? ela está saindo a 980,00 com o meteoro mg10 no mercado livre. Como sou aprendiz não queria gastar muito mas também sou um cara exigente e procuro algo de qualidade e que possa receber alguns upgrades. Já me decidi pelas stratos, me orientaram a procurar alguma com humbucker mas as que vi na faixa de preço, até mesmo passando um pouco, não me agradaram. Essa SST62 vi que é unanimidade porém o valor já passaria se tivesse que comprar o cubo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A TG530 é boa, não recomendaria o cubo pois é fraco e só serve para estudos, sugiro vc comprar TG sem o cubo, custa < 600 em lojas virtuais como a Kabum e cubos de melhor qualidade vc encontra no mercado livre, sugiro olhar esses:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-702152301-cubo-amplificado-de-guitarra-peavey-rage-158-profissional-_JM

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-688548118-cubo-amplificador-tagima-black-fox-50-watts-n-fiscal-l-o-j-a-_JM

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-715454306-amw-custom-gc-30-cubo-amplificador-de-guitarra-10-loja-_JM

      Excluir
  38. Tenho uma shelter Traditional Séries Custom hand made com o red igual o da Fender, mas ela tem 22 trastes!! Quero saber o modelo por favor? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente com 22 trastes eu nunca vi Maicon

      Excluir
    2. Como faço pra postar as fotos aqui? Não estou conseguindo? Tem algum email que eu possa te mandar?

      Excluir
    3. manda pra esse: comprarprimeiraguitarra@gmail.com

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Obrigado pela atenção! Tem algum email pra mandar as fotos? Não consigo mandar por aqui! Depois você pode usar as fotos e falar sobre ela aqui no blog

      Excluir
    6. Mandei lá já, obrigado e Feliz ano novo!!!

      Excluir
  39. Acho que a SX SST LT2 ainda é vendida, mas somente no exterior, pois ela aparece no site da SX. Nunca vi ela pessoalmente, e mesmo para venda na internet só vi uma vez, mas dá pra ver que é uma ótima guitarra, ia ficar bacana se ela tivesse tido uma versão com o headstock "Fender", tal como a "Sky" também teve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De vez em quando aparece alguma para vender no ML

      Excluir
  40. Respostas
    1. Olha, esse modelo eu nunca testei pra valer, pelo que vi nas lojas parece ser boa sim

      Excluir
  41. Boa tarde.
    A SX ainda é uma boa hoje em dia?
    Os modelos SX STL50 e SX SST62+.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ser até é, mas por causa da inflação e tudo mais ela encareceu muito de alguns anos pra cá.

      Excluir
    2. As mais novas que eu tenho visto eram boas, não temos motivos para dizer que a qualidade caiu

      Excluir
  42. onde posso comprar a sxsst62 ou 57 em SP capital, loja fisica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não moro em SP mas com certeza deve ter nas lojas da rua Teodoro Sampaio

      Excluir
  43. Excelente seu post e bem na hora da dúvida entre uma SX SST57 ou a Shelter California Standart 15 SSS. Ou mesmo a SST Alder. As últimas duas, o dobro do preço, mas,...
    Qual você sugeriria? Abraço.

    ResponderExcluir
  44. Ihhh, agora complicou de vez!!! Rsrs. Li alguns comentários sobre uma Yamaha Pacifica 012.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pacifica só com numeração igual o maior 112

      Excluir
  45. Então vou de SX SST57. Muito obrigado Mad. Fundamental seu post.

    ResponderExcluir